Convidar amigo para visitar esta pgina

PlataformaSuperior Plataforma Superior - trigenium
Newsletter

 Slides em Ingls Twitter

 

1 - 2

 Advogada e o surdo -

- Um chefo da Mfia descobriu que seu contador havia desviado dez milhes de dlares do caixa. O contador era surdo-mudo. - Por isto fora admitido, pois nada poderia ouvir e, em caso de um eventual processo, no poderia depor como testemunha.
Quando o chefo foi dar um arrocho nele sobre os US$ 10 milhes, levou junto sua advogada, que sabia a linguagem de sinais dos Surdos-mudos.
O chefo perguntou ao contador:
- Onde esto os U$10 milhes que voc levou?
- A advogada, usando a linguagem dos sinais, transmitiu a pergunta ao contador, que logo respondeu (em sinais): - Eu no sei do que vocs esto falando.
- A advogada traduziu para o chefo: - Ele disse no saber do que se trata.
O mafioso sacou uma pistola 45 e encostou-a na testa do contador, gritando:
- Pergunte a ele de novo. - A advogada, sinalizando, disse ao infeliz:
- Ele vai te matar se voc no contar onde est o dinheiro.
O contador sinalizou em resposta:
- OK, vocs venceram, o dinheiro est numa valise marrom de couro, que est enterrada no quintal da casa de meu primo Enzo, no n 400, da Rua 26, quadra 8, no bairro Santa Marta!
- O mafioso perguntou para advogada: - O que ele disse?
- A advogada respondeu:
 - Ele disse que no tem medo de viado e que voc no macho o bastante para puxar o gatilho...
 

 

      

Conversa de advogado...

Um advogado circulava com um BMW, em alta velocidade (200 km/hora) e
no centro da cidade do Porto quando foi mandado parar por um Polcia de trnsito. Polcia: - O senhor vinha em excesso de velocidade, por favor mostre-me a sua carta de conduo!.
Advogado:
- J caducou e no a tenho comigo. Polcia: - Ento, mostre-me o documento do carro, o livrete!
Advogado: - O carro no meu.
Polcia: - Por favor, abra o porta luvas!
Advogado: - No posso, tem um revlver que usei para roubar este carro.
Polcia (j bastante preocupado): - Ento, venha abrir a mala do carro!
Advogado: - Nem pensar! na mala est o corpo da dona deste carro, que eu matei no assalto.
O Polcia, estupefacto e alarmado pela situao, resolve chamar o seu superior. Chegando ao local, o superior dirige-se ao Advogado:

Superior:
- Carta de conduo e livrete do carro, por favor!
Advogado:
- Est aqui senhor! como v tenho carta e o carro meu.
Superior:
- Abra o porta luvas! Advogado, tranquilamente abre o porta luvas e diz: - Como v, s tem alguns papis.
Superior: - Ento abra agora a mala do carro!
Advogado,
sempre na sua tranquilidade: - Certo, aqui est... como v est vazio. Superior (constrangido): - Deve estar acontecendo algum equvoco, o meu subordinado disse-me que o senhor no tinha habilitao, que no era o dono do carro pois o tinha roubado, com um revlver que estava no porta luvas, de uma mulher cujo corpo estava na mala do carro.
Advogado:
- S falta agora esse mentiroso insinuar que eu estava a conduzir com excesso de velocidade!!!!!

Corao Bondoso....

Certa tarde, uma bem sucedida advogada estava sendo conduzida em sua limusine para seu stio quando observou dois homens maltrapilhos comendo grama ao lado da estrada.Ela ordenou imediatamente ao motorista que parasse, saiu do veculo e perguntou:
 - Por que vocs esto comendo grama? Porque ns no temos dinheiro para comprar comida respondeu um dos homens. - Bem, voc pode vir comigo para o stio - disse a advogada. - Senhora, eu tenho uma esposa e trs filhos aqui. - Traga-os tambm - replicou a advogada. - E quanto ao meu amigo? - A advogada virou-se para o outro homem e disse:
 - Voc pode vir tambm. - Mas, senhora, eu tambm tenho esposa e seis filhos - disse o segundo homem. - Eles podem nos acompanhar tambm - disse a advogada enquanto se dirigia de volta limusine. Todos se acomodaram como puderam na limusine e, quando j estavam a caminho um dos acompanhantes disse: -A senhora muito gentil. Obrigado por levar a gente com a senhora. A advogada respondeu: -De nada. Vocs vo adorar meu stio. A grama est com quase um metro de altura.

Quando Daniel descobriu que herdaria uma fortuna, quando seu pai doente morresse, decidiu que precisava de uma mulher para virar sua grande companheira.
 Assim, em uma noite ele foi para o bar da OAB carioca onde procurou a advogada mais bonita que j tinha visto. Sua beleza natural tirava seu flego.
"Eu posso parecer um advogado comum," disse enquanto se aproximava da musa, "mas em cerca de um ms ou dois, meu pai vai morrer, e eu herdarei 20 milhes de dlares." Impressionada, a mulher foi para a casa com ele naquela noite e, trs dias depois, se tornou sua madastra...

 


Politica de privacidade